Passo a passo para precificar seus ovos de páscoa completo

  • Receba dicas gratuitamente em seu e-mail

    Mais de 10 mil pessoas recebem minhas dicas toda semana. Assine também!

Esse é o terceiro vídeo da Série Especial de Páscoa “Lucrando na Páscoa” que está rolando aqui no Blog durante todo mês de março e nesse Post eu vou te mostrar passo a passo, com papel e caneta, como precificar seus produtos de páscoa para garantir que você vai realmente ter lucro

Lucre com Chocolate o Ano Todo

Conheça a melhor maneira de trabalhar com chocolate e gerar uma renda extra

Quero gerar renda extra com Chocolate!

No Post passado, eu trouxe a receita de um recheio delicioso que é base para mais de 10 outros sabores e ainda a montagem de um Ovo de Colher de Ninho com Morango delicioso e você pode clicar aqui para acessar, caso ainda não tenha visto

Eu acredito que o vídeo de hoje é um dos mais importantes desse especial de páscoa, se não for o mais importante...

E eu sei que a maioria das confeiteiras e confeiteiros ama trabalhar com doce mas não ama fazer conta. Eu até já confessei aqui no canal que também não gosto, que essa não e a minha praia mas a dor ensina a gemer como já dizia a minha mãe. A dor de não saber colocar preço nos meus doces me apertou tanto que eu precisei estudar o assunto e encontrar uma maneira eficaz de fazer isso e é isso que eu vou dividir com você hoje.

Antes de tudo, eu quero te avisar que esse Post está em formato de vídeo também, então se você preferir assistir, ao invés de ler, basta dar Play neste vídeo

Pra começar a gente precisa falar sobre a ficha técnica.

Ela é uma ferramenta fundamental na gestão da cozinha e profissionalização dos serviços de alimentação.

É usada como instrumento de padronização, controle de custos, na programação de compras e na apuração do preço de venda dos produtos entre outras coisas. E ela geralmente é apresentada normalmente em forma de planilhas de excel que facilitam a atualização dos dados e permitem uma fácil visualização das informações. Mas não precisa ser necessariamente assim, a gente vai fazer tudo a mão aqui que é pra eu te mostrar como é simples, embora pareça complicado.

Mas antes da gente começar a calcular, eu preciso falar sobre um ponto muito importante na hora de criar uma Ficha técnica.

É de extrema importancia pesar todos os ingredientes. Não tem chororô, afinal, uma balancinha de cozinha nem é tão caro (já encontrei na internet por menos de R$30,00).

Se a gente faz doces pra família ou pra casa não tem necessidade de balancinha, mas também não tem necessidade de ficha técnica. Eu vou partir da premissa que se você está aqui assistindo esse vídeo é porque pretende calcular o preço dos seus produtos de páscoa e se pretende calcular o preço é porque pretende vender. Então comprar uma balancinha não é um custo, é um investimento.

Essa simples ação de pesar os ingredientes, além de nos dar uma noção exata de quanto do ingrediente foi gasto, ajuda a padronizar a receita e fazer com que se tenha sempre o mesmo resultado, ainda permite duplicar uma receita ou reduzir a metade sem alteração nenhuma no resultado do produto. É só multiplicar ou dividir e pronto.

Dito isso então vamos pegar papel caneta e calculadora.

Vamos colocar aqui nessa coluna todos os ingredientes que vamos utilizar. E nessa coluna nós vamos colocar a quantidade que vamos utilizar, nessa quanto de produto vem no pacote e nessa aqui o preço que a gente pagou pelo produto e nessa aqui quanto custou a quantidade que a gente está utilizando.

Pra descobrir quanto custou a quantidade que utilizamos do ingrediente a gente precisa dividir o preço que a gente pagou pela quantidade que vem no pacote e multiplicar pela quantidade que estamos utilizando. Se eu não me engano a gente chama isso de regra de 3, mas eu disse, eu não sou boa com essas coisas então não tenho certeza... Se alguém puder me contar, deixa nos comentários que eu fiquei curiosa rsrs

Aqui a gente não vai calcular o leite porque a gente usou 1 litro, que é exatamente a mesma quantidade que vem no pacote, então não tem o que calcular. Mas pra calcular o leite em pó, a gente vai precisar fazer esse calculo...

Então vamos ver como que fica...

Eu paguei R$11,98 em 400g de leite em pó. Mas a gente usou só 150g na receita...

Então vamos dividir R$11,98 por 400 (400g) e o resultado é R$0,029 então a gente multiplica R$0,029 por 150 (150g) que é a quantidade que a gente usou na receita, e então temos R$4,35.

Ou seja, R$4,35 é o custo do leite em pó nessa receita.

Caro né? Ah, mas essa é aquela receita que rende muito, então compensa rsrs

Até aí tudo bem?

Como são muitos ingredientes para calcular, então eu vou considerar que nós já tenhamos a nossa tabelinha já preenchida com o preço que pagamos por todos os ingredientes nas quantidades que utilizamos na receita do recheio do último Post

Esse recheio rende 12 ovos de colher de 250g

Então já coloquei nessa tabelinha também o morango e o chocolate que nós vamos utilizar pra fazer as 12 casquinhas, que é para usar todo esse recheio e calcular o custo certinho sem desperdício.

A banda de um ovo de 250g da BWB usa 90 a 100g de chocolate.

Não é 125 gramas cada casquinha, pra juntas somar 250g do ovo?

Não, esse peso que eles colocam na forminha é só uma referência aos ovos industriais, por isso esse peso já está contando com os bombons que vão dentro nos ovos tradicionais.

Então, voltando ao raciocínio, para fazer 12 ovos de colher nós vamos precisar de aproximadamente 1200g de chocolate, que pode ser ao leite, meio amargo ou branco para fazer as casquinhas.

Então, depois de todas as quantidades dos ingredientes calculados, nós vamos somar os custos de todos os ingredientes do recheio...

Somando tudo, eu cheguei no resultado de R$106,36

Mas nós precisamos considerar também as despesas para comprar os ingredientes como passagem de ônibus, gasolina do carro, estacionamento e essas coisas e por isso eu gosto de adicionar 10% para bancar essas despesas "invisíveis", incluindo o gás e produtos de limpeza.

Agora a gente precisa calcular o tempo gasto para produzir o produto...

Por exemplo: Essa receita toda,do recheio mais o chocolate para as casquinhas mais os morangos para decoração rendem aproximadamente 12 unidades de 250g. E digamos que a gente gaste 6 horas para produzir isso tudo.

Essas horas incluem o tempo para fazer as compras, preparar as receitas, fazer a limpeza da cozinha e embalar os produtos. Sendo assim, devemos dividir os minutos, 360 (6 horas) pelo rendimento da receita 12, (12 unidades) e assim a gente tem o tempo gasto para produzir uma unidade.

Ou seja, 360 divididos por 12 dão um resultado de 30. Portanto, segundo esse cálculo, 30 seriam a quantidade de minutos que eu levaria para fazer 1 Ovo de Colher de Ninho com Morango.

Depois disso a gente precisa calcular o valor da nossa mão de obra.

E isso é um ponto muito importante pra definir o custo do produto. A maioria das pessoas não costuma calcular isso, e daí quando vai calcular acaba se surpreendendo pelo valor que deixa de incluir no produto.

Eu vou calcular aqui um valor de R$ 1.500,00 que é um salário que eu já vi oferecerem para confeiteiros ou auxiliar de confeitaria. (Mas se você quiser colocar mais que isso ou menos que isso não tem problema, vai depender de quanto você quer receber pela hora da sua mão de obra)

A gente vai dividir este valor pelo seu número médio de horas trabalhadas por dia (conta o tempo comprando o estoque, com a limpeza, com a entrega... todo o tempo que você estiver trabalhando no seu negócio)

Você pode trabalhar meio turno apenas, pode trabalhar um turno inteiro... eu não tenho como dar um número exato de horas trabalhadas aqui, porque isso vai variar de pessoa para pessoa e por isso que eu vou colocar, de forma ilustrativa aqui 110h, que seria a quantidade de horas uma jornada de meio turno de um confeiteiro de carteira assinada, ok?

Mas esse número é apenas um exemplo, Você precisa colocar de forma muito honesta quantas horas trabalha por dia no seu negócio, combinado?

Lembrando que essas horas incluem o tempo para fazer as compras, preparar as receitas, fazer a limpeza da cozinha e embalar os produtos, fazer as fichas técnicas, fotos dos produtos, publicação dos menus nas redes sociais (mas não pode se distrair por lá) Todo o tempo gasto com trabalho para o seu negócio precisa fazer parte dessas horas de trabalho.

Então dividindo R$1500,00 que é o salario mensal por 110 que é a quantidade de hora trabalhada no mês, temos um resultado de R$13,63.

Agora a gente já sabe quanto custa a hora da nossa mão-de-obra.

Lembrando que esse valor aqui é um exemplo e você precisa ser honesta na hora de informar quanto trabalha por dia.

Agora a gente vai descobrir quanto de mão de obra gasta nesse ovo de colher...

Vamos dividir o custo de mão de obra por hora, neste caso R$13,63 por 60 (minutos) e multiplicar por 30 ( que é o tempo gasto para produzir cada unidade). O resultado é R$6,81. E esse seria o meu valor de mão de obra para produzir uma unidade de ovo de colher: R$6,81

Depois disso a gente precisa calcular todos os custos fixos, como a mensalidade do MEI (caso você seja), o custo com a maquininha do cartão de crédito (se você tiver uma), água, luz, telefone e qualquer outro custo fixo mensal que tenha relação direta com o seu empreendimento, como o aluguel de um ponto físico, por exemplo.

Então bora descobrir o valor que gastamos com isso tudo por hora utilizando o mesmo cálculo que a gente usou para calcular a hora trabalhada.

Eu não tenho uma loja física, mas pago a mensalidade do MEI, pago água, luz e Internet.

Uma observação aqui. Eu sei que se você trabalha em casa, como eu, a água, a luz e a internet não são de uso exclusivo do seu negócio, então porque contabilizar como se fosse? Isso não é injusto com o cliente?

Não é. Sabe porquê? Porque se você pretende fazer o seu negócio crescer a ponto de um dia alugar um espaço físico para abrir um ateliê ou uma lojinha, além de você incluir o aluguel, vai ter que calcular esses custos porque eles vão existir e vão precisar ser pagos pelo próprio negócio então vão precisar estar e contabilizados nos seus produtos.

E se não estiverem desde agora, quando você migrar para um ateliê ou um ponto, as vendas não vão cobrir esses custos e você vai precisar subir o preço e a sua clientela pode não aceitar. Por isso é melhor já calcular certo agora e descobrir quanto de custo fixo você tem por hora para não ficar em um beco sem saída lá na frente.

Até porque o custo disso incluído no produto vai ser proporcional ao tempo que ele leva pra ser produzido, você não vai colocar a sua conta do mês todo em um produto só.. Mais vai dá pra entender melhor isso mais pra frente.. Confia em mim que eu não vou te meter em furada, eu juro..

Vamos seguir com o cálculo...

Vamos supor que a soma de todos esses custos fixos seja de R$470,00. (lembrando que isso é um exemplo e você vai calcular os seus próprios números)

Esse valor deverá ser dividido pelo nosso horário de trabalho mensal, que vai ser o nosso horário comercial, eu coloquei lá no exemplo seria 110 lembra? Mas eu pedi para você calcular isso honestamente então pode ser menos, não tem problema, o importante e que seja franco.) e assim a gente tem o custo fixo por hora, que neste caso é de R$4,27.

Para saber qual é o custo fixo por cada unidade de produto produzido a gente faz o mesmo cálculo que a gente usou para descobrir tempo gasto para produzir cada unidade.

Vou usar como referência o mesmo tempo de produção de ovos de colher do exemplo que usei antes. Novamente iremos dividir o custo por hora, neste caso R$4,27 por 60 (minutos) e multiplicar por 30 ( que é o tempo gasto para produzir cada unidade). O resultado é R$2,13.

E esse seria o valor do meu custo fixo para produzir uma unidade de ovo de colher: R$2,13

Feito isso a gente precisa descobrir o preço de custo e pra isso a gente precisa somar o valor que a gente chegou calculando o custo de todos os ingredientes, mais o valor que a gente descobriu que é a nossa hora trabalhada mais o valor dos custos fixos por hora que a gente acabou de calcular.

Somando todos esses valores que a gente já descobriu ( R$9,74 + R$6,81 + R$2,13) a gente tem esse valor de R$18,68

Agora a gente precisa definir uma margem de lucro...

Por experiência própria eu nunca recomendo menos que 50%. A não ser que você queira usar algum produto como “isca” de clientes, daí você diminui a margem de lucro dele, pra ajudar a chamar freguesia e assim vender outros produtos com uma margem de lucro melhor.

Mas antes de você definir a porcentagem de lucro, a gente precisa analisar se a porcentagem escolhida torna o preço do nosso produto competitivo, ou seja, analise os preços da sua concorrência e também analise a qualidade dos produtos para saber se a qualidade se equipara ou se é melhorzinho ou não..

Analisando esses fatores você pode chegar a uma margem de lucro de até 200%, dependendo do perfil do seu público.

Para o nosso cálculo de exemplo defini a porcentagem de lucro em 50%. Que é pra ter uma noção de quanto sairia esse ovo com a menor margem de lucro recomendada.

Acrescentando essa porcentagem ao custo unitário do nosso produto de exemplo chegamos a um valor de R$28,02.

Mas pera aí, a gente ainda não chegou no valor final porque o nosso produto ainda está sem embalagem!

Só depois de ter calculado todos esses fatores e chegar no custo unitário, chegou a hora de acrescentar o custo da embalagem.  

A gente coloca esse custo depois de tudo justamente para não ganhar lucro sobre ela, somente pelo produto que a gente produziu. Se a gente não fabrica embalagem não tem porque ganhar porcentagem de lucro em cima dela, certo?

Lembra que lá no primeiro post do especial de páscoa a gente falou sobre entender quem é o seu cliente em potencial?

Parece besteira, mas isso ajuda muito a gente, inclusive é assim que a gente sabe se deve utilizar uma embalagem mais modesta ou mais luxuosa...

Eu escolhi aqui uma embalagem mediana que eu paguei R$6,50.  Então vou somar ao preço que a gente tinha calculado (28,02 + 6,50) e o resultado é = R$34,52.

E assim chegamos ao preço final do nosso ovo de colher...

R$34,52

UFAAAA! 

Tomando por base todos os valores considerados nesta simulação, essa produção só compensaria se cada unidade fosse vendida, pelo menos, por R$34,52.

Eu arredondaria pra R$35,00 inclusive, e acho um preço bem justo, mas já vi pessoas cobrando mais de 50 reais em um ovo de colher, Então tudo vai depender do seu público, da sua embalagem, do seu atendimento, da experiência de sabor e encantamento que você oferece para o seu cliente...

Mas já dá pra perceber que é lucrativo pra caramba né?

E porque que a gente não pode simplesmente copiar o preço que a concorrência cobra? Porque quando a gente copia o preço e não calcula tudo isso a gente não tem noção exata do que é aquele dinheiro que a gente ta recebendo

Fazendo assim a gente sabe direitinho...

R$9,74 foram só os ingredientes

R$6,81 são referentes a minha mão de obra e vão ajudar a pagar ela

R$2,13  são referentes aos meus custos fixos mensais e vão ajudar a pagar eles

R$6,50 foi a embalagem

e...

R$9,20  é o lucro!

Mas de novo, é importante lembrar que esse valor que a gente chegou aqui é apenas ilustrativo ele vai variar de pessoa pra pessoa, você pode não pagar o mesmo preço que eu paguei pelos ingredientes e pode não ter os mesmos custos fixos que eu usei de exemplo aqui..

Você precisa fazer esse cálculo utilizando os seus custos reais para chegar ao custo exato do produto. Também não pode esquecer de analisar a concorrência para definir a porcentagem de lucro e analisar o tipo de público que você tem para escolher as embalagens.

Eu peguei na sua mão te ajudando a calcular, passo a passo, tudinho tim tim por tim tim pra não deixar nada passar e garantir o lucro na venda dos seus produtos.

Mas é importante fazer tudo isso com cada produto que você vai vender, não adianta fazer com um só. Nada de preguicinha viu?

Esse post vai ficar aqui, não vai sair do ar, então você pode voltar e reler ou reassistir sempre que tiver dúvida. E pode me deixar suas dúvidas nos comentários também, sempre que dá um tempinho eu tô por aqui respondendo dúvidas.

Se você acha que calcular tudo isso manualmente é muito trabalhoso, eu tenho a venda uma Planilha de precificação onde você apenas preenche os seus custos e ela calcula tudo automaticamente pra você...

É rapidinho, só preencher e pá, tudo calculadinho em 5 minutinhos.

Facilita muito a vida, então se você tiver interesse e quiser saber mais sobre ela, é só clicar aqui.

Mas o que ela faz é exatamente todo esse passo a passo que eu te dei. Então se você não puder fazer esse investimento agora não tem problema porque é totalmente possível calcular a mão, eu mesma acabei de calcular isso tudo a mão com você nesse post.

O que a planilha faz é agilizar o tempo porque basta preencher e sai tudo calculadinho, então acaba trazendo mais praticidade, até porque ela pode ser usada pra outros produtos, não só os produtos de páscoa.

No Próximo Post, que vai ao ar na próxima terça, eu vou trazer um ovo trufado bem gostoso, vou ensinar a rechear, selar, fechar, embalar E armazenar! Você não vai perder não né?

 

Obrigada pelo seu carinho de ter lido esse post até o final,

Beeijão beem doce pra você e até o próximo post!

Tags: EMPREENDEDORISMO PRECIFICAÇÃO LUCROS
Lucre com Chocolate o Ano Todo

Descubra como em apenas alguns minutos você será capaz de encontrar preço certo de venda dos seus produtos e dar adeus aos prejuízos

Quero precificar do jeito certo

Olá, deixe seu comentário para CHOCOTONE OU PANETONE CASEIRO RECEITA FACIL E QUE DESFIA

Enviando Comentário Fechar:/