Como calcular o preço de ovo de Páscoa e não perder lucro nem vendas?

  • Receba dicas gratuitamente em seu e-mail

    Mais de 10 mil pessoas recebem minhas dicas toda semana. Assine também!

Como calcular o preço de ovo de Páscoa e não perder lucro nem vendas?

Eu já sofri muito com isso. Se você também passa por esse problema e sofre para precificar os seus produtos, você precisa ler esse post até o fim

Lucre com Chocolate o Ano Todo

Conheça a melhor maneira de trabalhar com chocolate e gerar uma renda extra

Quero gerar renda extra com Chocolate!

Quando eu decidi aprender a trabalhar com chocolate era apenas porque que queria ter o prazer de fazer eu mesma os ovos de páscoa do meu filho e alguns parentes próximos, além é claro da economia que isso me traria. Nos anos seguintes os parentes já começavam a me pedir para fazer para eles e eu não conseguia dizer não. Isso acontecia também com bolos, como eu contei nesse post, você leu? Depois de algum tempo resolvi trabalhar com isso profissionalmente e foi aí que o bicho pegou. Eu não fazia idéia de como precificar!

Inicialmente, a ideia de comercializar os meus produtos parecia ser muito boa

Eu já sabia que as pessoas gostavam dos ovos que eu fazia. O que eu não sabia era se seria possível vender meus produtos artesanais por um valor competitivo. Um erro que eu sei que cometi e que faço questão de ensinar outras pessoas a não cometerem é tentar nivelar seu preço com produtos industrializados e feitos em grande escala de produção. Eu queria cobrar pelos meus produtos um valor que fosse muito mais em conta que os vendidos no supermercado. Com o tempo aprendi que assim eu estava desvalorizando o meu produto que me dava tanto trabalho pra fazer. Apesar dos ovos de páscoa industrializados não serem nada baratos, eles são feitos em grande escala e estão longe de serem comparados com o seu produto que é artesanal, feito com ingredientes frescos, com carinho, capricho e direcionado ao seu cliente, muitas vezes é até personalizado. Esse é seu melhor argumento na hora de dar preço!

Eu não sabia como definir preços

Para conseguir definir os preços dos meus produtos o primeiro cálculo que usei foi o da multiplicação por 4, onde você soma os seus custos e multiplica por 4 para obter o preço de venda. E ele é uma boa alternativa para quem está começando e não sabe mexer com planilhas e nem tem paciência para aprender a lidar com elas. O problema desse cálculo é que ele funciona para produtos mais simples, de fácil produção e que não levem em seus ingredientes produtos caros, como o pistache, por exemplo, que está custando R$170,00 o kg. Imagina que nesse cálculo o custo com água, o gás do fogão, a energia e mão de obra para essa receita estaria correspondente ao valor desse ingrediente caro. O preço final ficaria absurdamente alto. Por esse motivo eu deixei de usar esse método e passei a calcular da maneira mais deu certo pra mim e uso até hoje.

Agora, observe uma coisa: quando você faz uso de técnicas mais elaboradas, o custo não está somente nos ingredientes, mas no trabalho investido. Afinal, quanto mais rápida for a sua produção menor é o custo com a sua hora trabalhada e consequentemente menor o custo do seu produto e quanto mais lenta for a produção, mais caro se torna o produto.

O mês acabou, eu não parei de trabalhar, mas cadê o lucro?

Você precisa calcular corretamente o valor da sua hora trabalhada ou no fim do mês não verá no bolso o resultado do seu trabalho. Quando comecei, por falta de experiência, acontecia muito de acabar o mês e eu não saber onde o meu lucro foi parar. Foi quando meu bolso começou a doer que resolvi estudar e aprender a precificar de forma certa. Aprendi a usar o Excel e desenvolvi a minha própria planilha de precificação. Ela foi a minha salvação. Nunca mais cálculos complexos, adeus dor de cabeça, adeus prejuízos, adeus problemas! Com ela passou a ser tão facil calcular tudo, bastava preencher uma aba com os ingredientes e o valor que eu pagava por eles e já na tabela de precificação bastava preencher campos com a quantidade dos ingredientes, o tempo gasto com a receita para saber o quanto eu tinha de custo com os produtos. Depois bastava preencher com o valor que eu gostaria de vender e descobrir a porcentagem de lucro que eu teria. Tudo muito simples e fácil.

Você também gostaria de usar essa planilha? Eu deixei ela disponível para download aqui.

Espero que ela seja tão útil para você quanto foi para mim!

Beijos e até o próximo post ;)

Tags: Empreendedorismo Precificação Páscoa Lucros Planilha
Lucre com Chocolate o Ano Todo

Descubra como em apenas alguns minutos você será capaz de encontrar preço certo de venda dos seus produtos e dar adeus aos prejuízos

Quero precificar do jeito certo

Olá, deixe seu comentário para CHOCOTONE OU PANETONE CASEIRO RECEITA FACIL E QUE DESFIA

Enviando Comentário Fechar:/